sexta-feira, 19 de setembro de 2014

__Inventar-te
pode ser apenas um desabafo
ser uma bela arte
ou sinal do meu cansaço
inventar-te...
pode ser o meu desejo
um nada ter que fazer
as saudades do teu beijo
e vontade de viver
inventar-te
seria apenas uma parte
de uma vontade perdida
de querer voltar à vida
inventar-te
mas inventar-te porquê
se gosto de ti assim
mesmo tão longe de mim
inventar-te
sem mais tempo para invenções
inventar-te
já sem sentir emoções
inventar-te
não o farei novamente
inventar-te
não mais te inventarei
estou diferente
tu não sabes...mas eu sei.
Adelina Charneca*

Sem comentários: