quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Esta noite a lua congelou em toda a sua essência,
ficou lá,
distante ,
no lugar da tua ausência,
deixou a espera em angustia silenciosa,...
escapou-me entre os dedos
como se fosse folhas caídas de uma rosa,
rosa desfeita como uma alma que só ,se deita,
em sonhos dourados muito desejados,
a lua deixou-me à espera
e congelou de desesperança.
Adelina Charneca
Ver mais

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...