quinta-feira, 11 de setembro de 2014

...por meu nome me apropriei de ti...
por minha dor me comparo ...
por minhas entranhas aqui te senti...
...por ti...
por mim......
Charneca em Flor...
...por querer-te me apagarei...
...por amar-te em ti viverei...
...Ohhh...
por sonhar-te tanto,
mais te sonharei...
por sorrir-te...
para que me sorrias...
a minha vida darei!!!
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...