segunda-feira, 15 de setembro de 2014

...palavras errantes ...
corrida esbaforida...
breves instantes...
de toda uma vida
figura torcida...
absurda
estendida
momentos
repetidos
escolhidos
vividos
suados
transpirados
em versos
como beijos
enganados
mentidos
surgidos de nada
perdidos na estrada
cantando em surdina
palavras...
meras
inconstantes
mentiras
sufocantes
de falsos amantes!
Adelina Charneca

Sem comentários: