terça-feira, 27 de janeiro de 2015


...amar-te é tão certo como haver peixes no mar,
amar-te é tão verdade como haver rosas no rosal,
amar-te é tão normal como haver pedras num rio,
é tão verdade como no inverno os passarinhos morrerem de frio
amar-te é como o céu cheio de estrelas em noites de lua cheia,
amar-te é como um verso que não acaba nunca,
amar-te é como ter um livro aberto,
amar-te é como escrever um poema e chorar sobre ele,
amar-te é...
amar-te é comer os teus beijos,e matar a sede nos teus olhos
amar-te é uma oração agradecendo aos céus
amar-te é um amor para todos os dias
amar-te és tu,
querer-te sou eu
amar-te é!
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...