terça-feira, 27 de janeiro de 2015


Hoje ninguém me falou de ti,
nem o vento,nem a chuva,
nem as folhas caídas no caminho,
nem a vinha em poisio,
nem o rio no seu leito,
ninguém me disse versos escritos da tua alma,
nem sorrisos dos teus olhos,
nem beijos da tua boca,
simplesmente hoje,
ninguém me falou do teu amor,
nem dos teus lençóis sem o meu calor,
nem das tuas palavras ao vento,
só me chegaram ecos de saudade,
e da impaciência dos teus passos,
por dividirmos abraços,
hoje meu amor,
ninguém me falou de ti,
ninguém me falou de nós!
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...