quarta-feira, 28 de setembro de 2011


Stop!...


Serei uma viatura tombada em pleno asfalto?
Serei um veículo com quem se cruzam lindos e enfeitados andantes ou viajantes?
Sim,acredito que o seja!
Nem sempre o consigo identificar mas ...
Viatura tombada no asfalto,cruzamento complicado sem informação de direcção por onde se perdem e acham corpos inertes no meu pensamento que voam em todas as direcções e nos sentidos ora horizontal ora vertical,dão piruetas e gritos de alegria sobem até ao ponto mais alto da vida e vão complicando e deturpando as ideias mais turvas de mentes que serão brilhantes de gente desconhecida e ausente.
Afirmo e exijo que quero bons comportamentos quero que sejam vistos como boa gente vistos como o são na realidade,contudo tarda,tarda a ser cumprida a minha afirmação e exigência.
Porque tardará?
Porque uma prisão de pensamentos se encosta ao meu ser vagabundo de viver!...
(EU)

Sem comentários: