quinta-feira, 29 de setembro de 2011


Sábado


No Sábado que passou(26)isolei-me do resto do mundo,entrei no sonho e visitei sem visitar a alma de poetas e escritores,senti-lhe o aroma de perto quase podem-do-os tocar e se bem que o tentasse,a sua respiração não a atingi,alguns já só vivem nos livros que escreveram outros embora vivos a distância é real,porém senti em muitos sem querer,o pulsar do coração,porque é esse músculo  quando o poeta(escritor)se debruça sobre a folha de papel é  o seu músculo que expõe,livre sem cortinas que o protejam deixando o pensamento a julgamento.Compreendo que tantos usem subterfúgios e escondam a sua verdadeira identidade,quem sabe se procurando protecção dos olhares e pensamentos perscrutantes de quem os abserva?
Encontrei verdadeiros tesouros em forma de pensamento e escrita,quase"diria"o meu próprio pensamento...muito mais tempo gostaria de ter lá permanecido entre prateleiras plenas de sonhos(vou voltar)a todos os que busquei lá encontrei!Será?Será que encontrei todos os que busquei??Algum me terá faltado?
Um dia...um dia lá o encontrarei e aí trago-o comigo...no sonho.
O meu dia de sonho terminou com a realidade que são os amores terrenos mais verdadeiros que existem,os meus baixinhos foram buscar-me ao sonho e encheram-me de mimos e mais mimos...UM SONHO!!!
(EU)
28-03-2011
1300H

Sem comentários: