sexta-feira, 1 de novembro de 2013

...perdida...mente!


...perdida de beijos
esquecida em abraços
saciada de desejo
dormindo em teus braços...
assim quero estar
por breves momentos
pequenos instantes
que valem uma vida
com brilho nos olhos
ternura na voz
emoção nas mãos vontade no corpo
e o amor...
fazendo-se em nós!
Adelina Charneca*

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...