sexta-feira, 1 de novembro de 2013

????


...dei uma ordem ao dia
ele não me obedeceu
já mandei a lua embora e...
ela em mim permaneceu
agora que hei-de fazer
se a noite não partir
que hei-de fazer sem ti
que me roubaste o sentir...
amanhã é outro dia
e outro se seguirá
dias e dias seguidos
em que a lua permanecerá
longe de mim a ideia
de rouba-la só para mim
eu só quero a lua cheia
e que ela permaneça assim
fazendo-me poesia
trazendo recordações
deixando dia após dia
uma réstia de emoções,
e pensar que é minha madrinha
e que cuida bem de mim
ela é tanto minha como tua
é de todos esta lua
mas preenche-me sem fim!
Adelina Charneca*

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...