quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Tu


...hoje tu és o verso...
eu deixei-me ser o reverso...
hoje tu és a poesia...
eu a mão que te escreve...
hoje tu és a saudade...
eu sou quem te sente...
tu tens o meu coração...
eu sou...
a solidão!!!
Adelina Charneca*

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...