sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A bordo de um embraer da Air Europe



Voando sobre um mar de algodão
Continuas sem me sair do pensamento
Tudo branco à minha volta
Apenas alguns laivos dourados
De sol.
As asas do pássaro gigante
oscilam para cá e para lá
não sei se é mar
não sei se é céu
sei apenas que era aqui
que gostava de ficar para sempre
neste mundo fofinho
que inspira ternura
que inspira fofura
Aiiiii...meu Deus
Que saudades  de tudo o que é fofinho!
Adelina Charneca

Sem comentários: