domingo, 21 de junho de 2015


Olha Mãe.
Se acaso pensas que nos vais deixar assim
Olha mãe
se acaso pensas que vais ver-te livre de mim
Mãe.
ainda nos falta ter tantas conversas
podes até não me responder,mas
eu sei que estás aqui,
esta noite vieste dizer-me adeus enquanto dormia
Olha mãe
conheci-te desde sempre
todos os dias da minha vida foram responsabilidade tua
Olha mãe
não penso dizer-te adeus
sabes mãe
para mim tudo não passa de um até já
espera por mim
faz-me um lugar quentinho junto a ti
sabes e eu sei que não falta muito para estarmos juntas 
e então
então terminaremos tudo o que começámos só as duas
sabes mãe?
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...