sexta-feira, 4 de maio de 2012

Uma árvore



Queria ser como uma árvore
Queria ficar ali 
Impavida e serena
Vergando-me ao sabor do vento
Indiferente às tempestades
Queria ser grande e forte,
como uma árvore
para morrer de pé
imponente e majestosa
mas...
Sou pequena
Sou minúscula
Sou gente
Sinto o vento
Abalo-me com as tempestades
só queria ser
como ela
a árvore!!!
(EU)
04-05-2012
10.25h

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...