quarta-feira, 9 de maio de 2012

Encontra-me

Cheiras a Primavera
cheiras a amor
gosto de me perder
e de ser a tua flor.
O teu olhar tem faíscas
que fulminam o meu ser
olhas-me
e detenho-me em ti
com  sede de te viver.
Vivo em ti
tudo que tenho vontade
vives em mim
com toda a liberdade
toda a vontade
toda a ânsia de amar
de amar(me).
Andam perdidos
os sentidos
andam dispersos
pelo ar
encontra-os para mim
por ti
e,
vem(me)amar.
(EU)
09-05-2012
08.45h

Sem comentários: