domingo, 1 de fevereiro de 2015


Chove lá fora sabes?
E o curioso é que tanta água não lava a  saudade,
a maldita saudade que tenho de ti,
a saudade de nunca te ter visto antes
a grande saudade que é desconhecer-te,
maldita,
amarga,
triste,
solitária,
dolorosa,
saudade!
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...