segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Tremo...



Tremo...
Tremo de amor por ti
Na dormência dos dias todos iguais
Chegas tu
E levas-me á loucura
Na paragem da vida aqui no vale
Levas-me a amar-te com doçura...
Ah!  o que tu me fazes sentir
Quantas vezes te esperei
Meu amor...
Como tu me fazes sorrir
És o que sempre sonhei
Amor,carinho,ternura
Amor em ti e em mim
Sorriso,afeto e loucura
Sobre um leito de cetim
Lençóis enrolados
Amachucados
Almofadas despenteadas
Corpos cansados
Suados
Ternamente saciados!
Adelina Charneca

Sem comentários: