segunda-feira, 12 de novembro de 2012



...nua estarei para ti...
nua de vestes e de sentir...
vesti-me-às das tuas mãos em mim...
dos teus beijos
nos meus lábios de carmim
dos meus e teus gemidos
num só acorde fundidos
me vestirás
de seda  vermelha
cor da paixão
acendendo em mim
ao toque da tua mão...
Adelina Charneca *

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...