sexta-feira, 16 de novembro de 2012


Dás-me inspiração,
Dás-me mais que uma razão
De dar-me de coração
Transparente e em liberdade
Deixas-me com vontade
De ser a tua amada
A tua amante adorada
A que te fará feliz
Aquela que te diz
Ama-me com vontade
Com toda a liberdade
Cuida do meu ser
Mima-me quere-me
Deixa-me ter
O teu o meu o nosso
AMOR!
Adelina Charneca

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...