sexta-feira, 15 de junho de 2012

Razões para te amar


Um amor sem limites para a razão de te amar
Sem que a razão de te amar conheça limites
Silenciosas vozes,
que no escuro silenciam tanto de nós
Silencioso desejo
que em saudade ,em igualdade
pede apenas um beijo
Silenciosos corpos
Possuídos pela solidão
que ruidosamente
pede amor
URGENTE
(EU)
14-06-2012
17.30h

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...