domingo, 18 de agosto de 2013

...teu nome


...escrevi teu nome no sol...
e se queimou...
escrevi-o na lua...
e se afundou no universo...
escrevi-o na água e se coloriu...
escrevi-o no ar e voou...
entretanto...
escrevi-o no meu coração...
e se colou...
escrevi-o na minha carne ...
e como-o aos pedacinhos...
a todas as horas da minha vida...
escrevo-o no futuro...
e vejo-o sempre junto a mim...
escrevi o teu nome e...
apaixonei-me por ti...
escrevi o teu nome...
e quero-te...
desde o infinito onde escrevi o teu nome...
quando o teu nome morrer...
quero que o meu vá com ele..
até ao eterno nome...
Amor!
Adelina Charneca*

Sem comentários: