domingo, 22 de setembro de 2013

Esperançosa...


Algo se passa
que ultrapassa tudo que seria razoável...
há algo que me anima
e que me está a manter
em cada dia ...
algo que não me deixa cortar...
esta espécie de cordão umbilical
que não quero sentir ...
sentir...sentir...
que seja amor...
o que procuro
que seja amor...
tudo o que busco
que as estrelas e o universo se unam
para fazer encontrar...
tudo o que foram as estrelas e o universo que juntaram...
Amo o mundo assim descrito ...
amo tudo...tudo...tudo...
amo sim ...
e lá no fundo...
fazes-me ter saudades ...
daquela ribeira...
daquele lugar
onde um dia nos havemos de encontrar...
um dia que seja de lua luar!
Adelina Charneca*

Sem comentários:

''PARA QUE NÃO DIGAM QUE NÃO FALEI DE POESIA'' Recordo o dia em que no mítico Teatro Tivoli se ouviram inesperadamente as pa...