sábado, 9 de julho de 2011

Faltam palavras

Trago a minha pele marcada,tenho a minha alma fora de mim,nada está no seu lugar,era suposto já estar tudo arrumado mas novamente verifico que afinal a fera estava só em repouso,em  dormência enganando-me com uma paz falsa.
O sono continua ausente,as noites fazem-se de voltas, reviravoltas e pensamentos inquietantes.
Quem roubou a minha alma?
Onde pára ela que não a alcanço?
O meu''pastor de ansiedades''levou-a consigo e não ma trouxe de volta;roubou-ma de vez!...
A musica diz o resto pois por aqui''FALTAM PALAVRAS''.
(E diz-me cantando,''é assim que eu sou'')

Sem comentários: