quarta-feira, 1 de maio de 2013



Maio...
Quem te escolheu para me fazer nascer em ti?
Quem te ordenou que me possuísses?
Maio...
Quem te plantou arvore de fundas raízes no meu ser?
Oh,Maio...
Pareces-te
Com um tempo acabado
Onde depois de nascer
Também nele se pode morrer...
Morrer...
Morrendo sem renascer
Morrendo sem sequer o saber...
Maio...
Floresceste  de forma tão harmoniosa
Que por ter nascido em Maio...
Me sinto como se fosse uma rosa
De espinhos agudos e perigosos...
Maio...és o mês da minha vida
Escreve-se Maio com quatro letras
Com quatro letras também
Neste Maio em flor
Se escreve ... AMOR!
AMOR...MAIO
MAIO...AMOR!
Adelina Charneca